PRINCIPAIS NOTÍCIAS

mask
De: 18/10/2018

Resgatar o Rio de Janeiro passa por melhorar segurança e geração de emprego

Arolde de Oliveira definiu prioridades na recuperação do Estado no “Super Debate Tupi”, que também contou com a participação do jornalista, Filipe Melo; o economista, Fábio Guimarães; e o apresentador, Francisco Barbosa.

Mesa do debate foi formada pelo jornalista Filipe Melo, o economista Fábio Guimarães, o apresentador Francisco Barbosa Rádio e Arolde de Oliveira.

A partir de 2019 a prioridade de Arolde de Oliveira será recuperar o Estado do Rio de Janeiro. As intenções do parlamentar ficaram claras durante toda sua participação no “Super Debate Tupi”, ocorrido na manhã da quinta-feira (18). Com uma mesa composta também pelo apresentador do programa Francisco Barbosa, o economista Fábio Guimarães, e o jornalista Filipe Melo, Arolde falou sobre o que acha mais importante para o RJ.

“A população do Rio de Janeiro quer que a gente saia desse momento. Os maiores ofensores do Estados são as contas públicas defasadas e a violência, que fere de morte a nossa maior vocação e gerador de emprego que é o turismo”, afirmou.

Ciente das características do Estado, Arolde indica que a retomada da geração de empregos no Rio de Janeiro passa diretamente pelo combate à criminalidade. “A geração de emprego no Rio de Janeiro ocorre majoritariamente na prestação de serviço, quer seja no turismo ou em outros setores ligados a criação intelectual. O carioca é muito inovador, mas a violência tem ferido de morte tudo.”

RENOVAÇÃO POLÍTICA

As eleições de 2018 mostraram que a população brasileira anseia por mudança. Dos 513 deputado federais, 102 vão assumir um mandato pela primeira vez na Câmara dos Deputados, outros 147 retornam à casa após ficar os últimos quatro anos sem mandato.  Segundo o Arolde, a indignação gerada pela maior conscientização popular foi o motor primaz do sentimento de mudança que corre por todo Brasil.

“A mudança decorreu basicamente no entendimento cada vez maior da população do que estado correndo no Brasil. Isso formou uma indignação nas pessoas sérias do Brasil. O povo está passando necessidade, sem emprego por falta de interesse dos governantes. Gerou essa revolta e esse sentimento está ligado, sintonizado com Jair Bolsonaro. Essa revolta é não é no sentido de quebrar, matar, mas no sentido de asco e sentimento de mudança. Esse discurso se tornou um grande vetor eleitoral do qual seu maior representante é Bolsonaro.”

Arolde de Oliveira finalizou o debate mostrando estar preparado e ciente de seu novo papel e importância para a população do Rio de Janeiro como senador. “Agora eu represento não apenas meu eleitor, mas todo o povo fluminense. Estarei empenhado a não frustrar a população do nosso Estado. Farei de tudo para representá-los da melhor forma”.

Arolde de Oliveira segue como deputado federal em 2018 e assumirá como senador dia 1º de fevereiro de 2019.

Tag: , , , , , , , , , , ,

VOCÊCOMPARTILHANDO NAS REDES

mask