PRINCIPAIS NOTÍCIAS

mask
De: 07/06/2019

Marinha quer reativar indústria naval e gerar milhares de empregos no RJ

Plano é gerar um cluster da indústria naval no estado que fomentaria desde a construção de embarcações até desenvolvimento no turismo

Da esquerda à direita: os deputados federais Gutemberg Reis, Marcelo Calero, Major Fabiana; o deputado estadual Poubel; o senador Flávio Bolsonaro; o comandante da Marinha, almirante de esquadra Ilques Barbosa Junior; o senador Arolde de Oliveira; os deputados federais Carlos Jordy, Daniel Silveira; o representante da Casa Civil Marcelo Delaroli; a deputada federal Chris Tonietto; e o representante do governo do estado do Rio de Janeiro Comandante Brunet.

O comandante da Marinha, almirante de esquadra Ilques Barbosa Junior recebeu, nessa sexta-feira (7), o senador Arolde de Oliveira e outros 10 políticos do Rio de Janeiro para uma visita institucional ao porta-helicópteros multipropósito Atlântico, que está atracado na Baia de Guanabara, próximo à Ilha Fiscal. A reunião aconteceu para que o militar explicasse aos parlamentares os planos da instituição para reativar a indústria naval no estado do Rio de Janeiro. O planejamento é baseado em ações já realizadas em países da Europa, Estados Unidos e Japão, onde goram formados clusters da indústria azul (que atua no mar). Fomentando a indústria naval para que, a partir dela, outras áreas econômicas possam ser impulsionadas. O objetivo é gerar milhares de empregos somando áreas de construção e manutenção de embarcações, setores de atividade econômica no mar, transporte de bens e pessoas, e chegando até no turismo.

Arolde de Oliveira fez um resumo do que foi apresentado. “A palestra do comandante da Marinha teve foco na ativação do polo industrial naval do Rio de Janeiro. A ideia é a criação de um cluster de alta capacidade de integração das indústrias voltadas ao setor com geração de milhares de empregos”.

Também estavam presentes o senador Flávio Bolsonaro, os deputados federais Major Fabiana, Marcelo Calero, Daniel Silveira, Gutemberg Reis, Carlos Jordy,  Chris Tonietto; e o deputado estadual Poubel, além do representantes ds Governo do Estado do Rio de Janeiro, Comandante Brunet, e da Casa Civil Marcelo Delaroli.

O porta-helicópteros multipropósito Atlântico tem capacidade para uma tripulação de 432 pessoas e é de origem inglesa. Foi construído em 1998 e comprado pelo Brasil em 2018, quando passou por uma modernização, contando hoje com a tecnologia mais avançada da área.

Tag: , , , , , ,

VOCÊCOMPARTILHANDO NAS REDES

mask