PRINCIPAIS NOTÍCIAS

mask
De: 08/06/2017

Livro do ensino fundamental que trata sobre incesto é recolhido

Ministro da Educação, Mendonça Filho, tomou decisão baseado em parecer técnico da Secretaria da Educação Básica

O Ministro da Educação, Mendonça Filho, autorizou o recolhimento de 93 mil unidades do livro “Enquanto o sono não vem”, que foi distribuído às crianças do 1º, 2º e 3º ano do Ensino Fundamental por todo país. A publicação trazia textos que retratavam situações de incesto, pedofilia, ameaças de morte e violência contra menores.

Trechos do livro “Enquanto o sono não vem” que retratam incesto e pedofilia.

A decisão tomada baseia-se no parecer técnico da Secretaria de Educação Básica, que diz. “As crianças no ciclo de alfabetização, por serem leitores em formação e com vivências limitadas, ainda não adquiriram autonomia, maturidade e senso crítico para problematizar determinados temas com alta densidade, como é o caso da história em questão”.

Arolde de Oliveira foi um dos parlamentares que tomou conhecimento do assunto e alertou para que a sociedade continue a verificar o material entregue a cada estudante. “Não posso deixar de dizer que existem muitos livros didáticos com o mesmo conteúdo nas mãos de nossas crianças. Precisamos reagir. Essa é a nossa causa”.

Antes da decisão do Ministro, as Frentes Parlamentares Evangélica, Católica e em Defesa da Família e da Vida publicaram uma nota em repúdio à distribuição do livro, pedindo o recolhimento do mesmo.

Nota de repúdio das Frentes Parlamentares

“Enquanto o sono não vem” fazia parte do Programa de Alfabetização na Idade Certa (Pnaic) e foi aprovada em 2014, durante o governo de Dilma (PT). Segundo o Ministério da Educação, o livro foi avaliado e aprovado pelo Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita da Universidade Federal de Minas Gerais.

 

(Edson Lira/ZH)

Tag: , , , , , , , , ,

VOCÊCOMPARTILHANDO NAS REDES

mask